Sou da turma das pessoas

Sou da turma das pessoas

À medida que os anos passam, e à medida que por mim e pelo meu trabalho vão passando empresas, marcas, pessoas, projetos, novos, reestruturados, renovados ou acomodados, dou por mim a confirmar diariamente uma frase de Henry Ford… “Só há uma coisa pior que formar colaboradores e eles partirem… é não os formar e eles permanecerem”.

Atenção, quem me conhece bem sabe… eu sou da turma do marketing, da equipa da estratégia! Durante muitos anos não pensava muito sobre as pessoas, sobre quem, no terreno, ia implementar e operacionalizar as coisas que nós, estrategicamente lançávamos no papel. Tínhamos ideias fantásticas, abordagens inovadoras, conceitos diferenciadores, eixos alinhados… tudo pensado! E ainda assim, alguns dos projetos em que trabalhei não saíram do papel, mesmo tendo toda a concordância dos gestores responsáveis.

Às vezes as coisas empenam, entortam, desengrenam e nem se sabe muito bem porquê. É aqui que entram as pessoas. O melhor das empresas são as pessoas. São elas que fazem os projetos avançar. São elas que se empenham, são elas que acreditam, são elas que se dedicam e fazem acontecer. Eu digo isto por experiência própria, eu não seria nada sem a minha equipa, tenho neles o mais forte dos aliados e sempre que foi preciso fazer acontecer eles estiveram ao meu lado.

Mas o inverso é igualmente verdade…. O pior das empresas são as pessoas. São elas que se desgastam, são elas que se cansam, são elas que se acomodam, são elas que desacreditam, são elas que resistem, são os conflitos e as entropias… são elas que põe em causa boas ideias, bons projetos e bons planos! Não há forma de uma equipa ir para campo sem estar alinhada com o treinador.

É por isso que hoje, gerir pessoas é a tarefa mais complexa de quem lidera um projeto ou uma empresa. E eu, que antes era toda virada para a estratégia, toda focada no mercado, sou hoje, cada vez mais, da turma das pessoas. E quando início um projeto novo, um cliente novo, olho primeiro para as pessoas. São as pessoas que vão tornar a visão realidade. São elas que vão atingir os objetivos, são as pessoas que vão fazer acontecer.

E o nosso trabalho? É ajuda-las a chegar lá… simples não é?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *